Avaliações para PROJETO CRIANCA


Avalie esta empresa você também!

Dê uma nota: Como avaliar?

Você precisa estar logado para fazer uma avaliação. 3000 caracteres restantes

  • Adriana Leite

    - 20/01/2015

    1

    Vergonhosa a falta de respeito dispensada as crianças nessa Clinica que tem o nome de Projeto Criança. A clínica não cumpre o horário de agendamento, fazendo com as crianças fiquem horas esperando, e quando digo horas, são horas mesmo aguardando atendimento. Hoje fiquei cerca de uma hora para fazer a ficha, detalhe cheguei em meu horário agendado, e de acordo com a recepcionista teria que entrar na fila de espera, pois eu estava atrasada, é lógico que depois de uma hora para fazer a ficha só poderia estar atrasada, e que a Doutora Angela Maria Etruri faria o favor de nos atender. É claro que não presto a este tipo de papel e não sujeito os meus filhos a passarem por isso, pois me atender no horário agendado é sinal de respeito e não um favor, é uma obrigação. E se todos cobrassem um pouco mais de respeito com certeza o responsável pela Clínica Projeto Criança, se é que tem algum responsável , daria um jeito para melhorar o atendimento. Fazendo justiça ao nome Projeto Criança. Mas infelizmente somos um povo muito passivo que aceita todo os tipos de humilhação, preferem ficar resmungando na sala de espera e ainda sentem-se agradecidos pelo péssimo atendimento dispensado aos filhos. Projeto Criança nunca mais...

    like dislike (0) Denunciar

    1 comentário

    • Adriana Leite - 20/01/2015

      Observação: O assunto é específico da UNIDADE I, não que a UNIDADE II venha ser muito diferente, só para registrar.

    • Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.


  • VANESSA AMORIM BALDOINO

    - 29/11/2013

    1

    Ontem 28/11/2013, aconteceu um fato que me deixou um tanto perplexa, irritada e surpresa na verdade nem sei descrever o sentimento que me vem ao lembrar da cena, onde minha filha de apenas 02 anos chorando muito para ser examinada, medida pela Dr Ilzete foi grosseiramente repreendida aos gritos pela mesma com direito a apontar o dedo no rosto da criança, ordenando para minha filha ficar quieta que não havia necessidade de choro, a mesma cena se repetiu na hora de pesar, minha filha já estava assustada depois do primeiro episódio e mesmo assim a medica persistiu na entonação de voz e gestos. Após toda a "cena" da DRª Ilzete querer que um Bebê de apenas 2 anos compreendesse que era para comportar-se da maneira que ela julgou correto, ainda insinuou que eu não sabia educar a minha filha, que se eu não corrigisse e falasse firme "grosseiramente com dedo na face da criança", eu iria sofrer mais tarde... Apenas falei a ela que minha filha é uma criança muito carinhosa, esperta e que não costuma espernear como ela fez dentro do consultório que por sinal todas as crianças anteriormente fizeram o mesmo. Eu simplesmente mantive a minha educação afinal nem eu e menos ainda a minha filha somos acostumada com gritos, fui criada com muito amor e carinho e essa educação passo a minha filha, acredito que a médica foi infeliz no comentário afinal ela está aí para verificar a saúde da minha filha e não para avaliar se eu mimo demais ou não, esse é um problema meu e do meu esposo. Claro mudei hoje mesmo de médica, mas quero deixar registrado a minha indignação com a atitude e postura de uma profissional que lida com crianças, e até mesmo para que não venha ocorrer esse mesmo episódio com outro bebê, pois se vocês tivessem visto o olhar da minha filha na hora dos gritos da médica, entenderiam exatamente como me senti, até porque a forma que essa Senhora Drª Ilzete entente por "educar" contradiz todos os princípios que eu conheço de EDUCAÇÃO!!!

    like dislike (8) Denunciar

    Nenhum comentário

    • Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.